Eventos

Contação de história, teatro e oficinas gastronômicas em abril no Pátio

Contação de história, teatro e oficinas gastronômicas em abril no Pátio

quarta-feira, 4 abril, 2018

O Pátio Brasil preparou uma programação especial para as crianças em abril. Como o mês tem várias datas nacionais importantes para a história do país, como Tiradentes, o descobrimento do Brasil e dia do índio, o foco dessa vez nas atrações infantis foi a cultura nacional. Aos domingos, os atores da Caixa Cênica farão uma maratona de contação, com crianças interagindo em uma grande roda durante o desenrolar de três histórias que valorizam o nosso país. Serão 6 turmas por dia, a partir das 14h30, todas gratuitas, no 3º piso do shopping. Cada sessão vai durar meia hora. Ótima oportunidade para que a garotada aprenda um pouco mais sobre folclore e datas históricas.

E essa pegada folclórica também estará presente nos sábados de abril. Nos dias 7, 14 e 21, a garotada irá se divertir com a peça “Brincando com as histórias do Sítio”. No famoso Sítio do Pica-Pau Amarelo, Pedrinho, Narizinho e a boneca-gente Emília vão precisar da ajuda do Visconde de Sabugosa para proteger o Sítio das garras da malvada Cuca, que quer roubar as receitas secretas da Tia Nastácia. Depois do espetáculo, o público ainda poderá tirar foto com os personagens. Serão duas apresentações por sábado: às 14h30 e 16h30. De graça, no 3º piso do Pátio Brasil.

Agora, se a ideia for colocar a mão na massa, todo sábado e domingo tem Gourmetzinho do Pátio, com uma receita diferente a cada fim de semana. Nos dias 7 e 8 de abril, as crianças aprenderão a fazer uma massinha de modelar comestível com a tia Kézia. Já nos dias 14 e 15, a receita será brigadeiro de baru, com a chef Eliane Régis. E no fim de semana de 21 e 22 de abril, a tia Kézia volta para ensinar mini pizza para os mini chefs. As oficinas gastronômicas são sempre às 15h e às 16h, no 3º piso do shopping. Podem participar até 25 crianças por aula, de 3 a 12 anos.

E cadê a programação do último fim de semana de abril? Nos dias 29 e 30, as atrações infantis do shopping mudam de endereço. Uma pausa no Pátio de Diversões porque teremos mais uma edição do PÁTIO VARANDA, com muita música, comidinhas, brincadeiras e uma programação especial e gratuita para toda a família na área externa do shopping, que divulgaremos em breve. Aguardem!

ESTACIONAMENTO A R$ 3,00 – A promoção continua! Durante todos os sábados e domingos de abril, os clientes do Pátio pagam apenas R$ 3,00 de estacionamento, independentemente do tempo de permanência no shopping. Tarifa única para todo mundo aproveitar as atrações, lanchar e fazer compras sem preocupação.

Programação
PÁTIO DE DIVERSÕES DE ABRIL
Atrações gratuitas para a garotada todo final de semana

SÁBADO E DOMINGO: Gourmetzinho do Pátio
Que horas? 14h e 16h
Quais receitas? Massinha de modelar comestível (dias 7 e 8), brigadeiro de baru (14 e 15 de abril) e mini pizza (dias 21 e 22)
Onde? 3º piso do Pátio Brasil
Quanto? De graça
Classificação indicativa: 3 a 12 anos
Capacidade: 25 crianças por aula
Informações: (61) 2107-7400

SÁBADO: Peça “Brincando com as histórias do Sítio” + encontro com personagens
O que é? No famoso Sítio do Pica-Pau Amarelo, Pedrinho e Narizinho vivem aventuras sem igual com a chegada de uma nova integrante da turma: a boneca-gente Emília! Com a ajuda do Visconde de Sabugosa, nossos heróis vão lutar para proteger o Sítio das garras da malvada Cuca, que quer roubar as receitas secretas da Tia Nastácia!
Quando? Aos sábados (7, 14 e 21 de abril)
Que horas? 14h30 e 16h30 (a peça dura meia hora, seguida de 1h30 de Meet & Greet com os personagens)
Onde? 3º piso do Pátio Brasil
Quanto? De graça
Classificação indicativa: livre
Capacidade: até 100 pessoas por sessão
Informações: (61) 2107-7400

DOMINGO: Contação de histórias brasileiras
O que é? Os atores da Caixa Cênica farão uma grande roda para contar três histórias diferentes para as crianças, entre contos indígenas e lendas do folclore brasileiro. Cada sessão, com as três apresentações, vai durar meia hora. Colocamos a sinopse de cada história mais abaixo.
Quando? Aos domingos (8, 15 e 22 de abril)
Que horas? 14h30, 15h10, 15h50, 16h50, 17h30 e 18h10, com três histórias diferentes em cada sessão de meia hora
Onde? 3º piso do Pátio Brasil
Quanto? De graça
Classificação indicativa: livre
Capacidade: até 25 crianças por contação
Informações: (61) 2107-7400

História 1 – A CRIAÇÃO DAS ESTRELAS
Algumas índias foram colher milho para fazer pão para seus maridos. Um indiozinho seguiu a mãe e, ao vê-la fazendo pão, roubou um monte de milho. Chamou seus amigos e pediu que a avó fizesse pão para todos eles. Mas as mães deram falta do milho e, com medo da bronca, os garotos fugiram para o mato e subiram em um cipó, com a ajuda de um beija-flor. As mães, desesperadas, pediram que eles descessem, mas não adiantou. Então elas decidiram subir no cipó também, mas ele se rompeu com o peso e todas as mães caíram no chão, transformando-se em animais selvagens. Ai, um macaco. Ui, uma capivara. Pof, um tatu. Os meninos lá do alto não podiam mais descer e passaram a olhar fixamente todas as noites para a terra, procurando suas mães. Seus olhos sempre abertos se tornaram as nossas estrelas.

História 2 – VITÓRIA RÉGIA
Em “Vitória Régia”, os atores da Caixa Cênica vão mostrar que as lagoas e lagos amazônicos são os espelhos naturais da vaidosa Iaci, a lua. As índias e as caboclas, ao vê-la refletida na água, sentiam toda a inspiração para o amor. Ficavam então no alto das colinas, esperando que, tocando a lua, pudessem subir ao céu e serem transformadas em estrelas. Até que um belo dia, uma linda cabocla fez isso, lançando-se no reflexo da lua nas águas da lagoa. Afundou, sumiu lá no fundo e, diante do infortúnio da bela jovem que a amava, a lua Iaci, não podendo levá-la para o céu em forma de estrela, transformou-a na bela estrela das águas, a linda planta aquática Vitória Régia.

História 3 – O UIRAPURU
Era uma vez um jovem guerreiro índio, chamado Quaraçá, que morava com sua gente na floresta amazônica e adorava passear pelas matas tocando sua flauta de bambu. O som  ecoava entre as árvores e fazia calar os bichos. Todos gostavam de escutar aquela música. Um dia, enquanto passeava pela tribo, o jovem Quaraçá se apaixonou pela belíssima Anahí, que era casada com o cacique. Ou seja: um amor impossível. A tristeza o consumia. Foi aí que ele resolveu pedir ajuda ao deus Tupã que, sensibilizado com o sofrimento do jovem, transformou-o num pequeno pássaro colorido, de belíssimo canto, e deu-lhe o nome de Uirapuru. Será que assim ele conseguirá se aproximar da amada?

*Na última semana de abril não teremos atrações no 3º piso porque o shopping promoverá o PÁTIO VARANDA, com programação infantil nos dias 29 e 30 de abril na área externa do Pátio. Divulgaremos em breve o evento!

Acontece no Pátio Brasil

Novidades, Eventos, Gastronomia e Blog
x

Imprensa

Marcela Heitor
imprensapatiobrasil@gmail.com
(61) 2107-7436