blog

20 de julho, 2017

Começou a temporada de ipês!

Começou a temporada de ipês!

Como não amar morar em Brasília nesta época do ano? Apesar do frio e da seca, a paisagem fica linda, com os ipês, árvores típicas do Cerrado, ganhando destaque e arrancando suspiros de quem passa por eles. E, segundo dados do Departamento de Parques e Jardins da Novacap, no Distrito Federal existem, aproximadamente, 600 mil ipês. E 200 mil deles estão só no Plano Piloto!

Do inverno ao começo da primavera, eles mudam de cor. A floração começa com o rosa ou com o roxo, depois para o amarelo (que, desde 1978, com a publicação da lei nº 6.507, é a Flor Símbolo Nacional do Brasil) e então vem as flores brancas.

Nativa do cerrado, a planta está presente em locais com temperaturas entre 18°C e 26°C e leva até 20 anos para desenvolver os troncos tortuosos com casca grossa. A altura pode variar entre 8 metros e 20 metros. As copas coloridas duram uma semana.

Mas o que muitos não sabem é que a maioria dos ipês da cidade não está ali por acaso. As árvores plantadas são tarefa da Novacap desde a década de 1970. E o trabalho não é pouco. A empresa é responsável pelo plantio da espécie em áreas verdes das quadras, ao longo das avenidas da capital e nos jardins das cidades satélites. Para isso, o órgão conta com um viveiro de 78 hectares, localizado próximo ao Parque Nacional, onde aproximadamente 90 mil ipês – além das milhares de mudas de outras espécies – são cultivados.

TIPOS DE IPÊS
O ipê-roxo costuma ser o primeiro a florescer no ano. Com flores rosadas, às vezes é confundido com o ipê-rosa, mas tem porte maior e cor mais intensa, enquanto o ipê-rosa possui tom mais brando, com o interior das flores mais esbranquiçado.

Outra variedade comum na cidade e cultivado no viveiro da Novacap é o ipê-amarelo. Com porte mediano, a espécie tem como curiosidade a alta taxa de germinação dupla com uma mesma semente. Porém, seu crescimento tende a ser um pouco mais lento que os demais. Já o ipê-branco é o que tem as flores mais raras, uma vez que ficam expostas por menos tempo, em média, oito a dez dias.

O quinto tipo de ipê é o mais incomum em Brasília: o ipê-verde. Ele é bastante visto na natureza local, mas como tem flores em tom verde, não chama tanto a atenção como os outros.

E cada variedade de ipê apresenta características próprias, como tempo e época de florescimento. As datas não são exatamente precisas, pois podem mudar de acordo com a quantidade de chuvas no ano ou tipo de solo onde está a árvore. Ainda assim, os períodos coloridos costumam ser divididos assim:

  

Roxo:
Tamanho: 15 a 18 metros
Período de floração: junho e setembro

Rosa:
Tamanho: até 35 metros na natureza
Período de floração: agosto e setembro

Amarelo:
Tamanho: três a oito metros
Período de floração: julho e setembro

Branco:
Tamanho: sete a 16 metros
Período de floração: agosto e outubro

Verde:
Tamanho: seis a 18 metros
Período de floração: dezembro e março